Gestão hospitalar: como otimizar processos na área da saúde

Você sabe o que é gestão hospitalar? Muito mais do que apenas administrar uma empresa da área da saúde, a gestão hospitalar procura entender os gargalos e resolver eventuais problemas através da otimização de processos. Mas antes de falarmos sobre esse tipo de gestão e as possíveis soluções, vamos explorar o atual momento da área da saúde, que está se transformando digitalmente a cada dia que passa.

No ano de 2020 foi quase impossível não notar essa transformação, já que todos os olhares se voltaram ao segmento da saúde por conta da pandemia do Covid-19. Muitas pessoas passaram a aderir ao home office e, com o distanciamento social, diversas atividades passaram a ser feitas de forma 100% digital. No caso da área da saúde, isso foi ainda mais notável: a prática da telemedicina já virou rotina para os médicos, assim como as consultas online também estão virando cada vez mais comuns aos pacientes.

Ainda há aqueles que são mais tradicionais e que preferem os processos convencionais, mas não tem como negar que os avanços tecnológicos vieram para ficar. A tecnologia é uma grande aliada do setor da saúde, uma vez que facilita a vida dos profissionais e dos pacientes, eliminando a burocracia através de diversos métodos, como: assinatura digital para médicos, receitas digitais, consultas online, documentos eletrônicos, entre outros.

Neste artigo, você vai ver:

  • O que é gestão hospitalar?
  • Como otimizar processos na área da saúde?
  • Assinatura digital para médicos
gestão hospitalar 3

O que é gestão hospitalar?

Resumidamente, a gestão hospitalar engloba o planejamento estratégico e gerenciamento de uma empresa da área de saúde, tanto na parte administrativa quanto na gestão de atividades, pessoas e recursos. 

Pelo nome, é comum que as pessoas pensem que a gestão hospitalar serve apenas para hospitais. Mas, na verdade, também cabe para clínicas médicas, laboratórios clínicos, maternidades ou até mesmo centros de estética!

Assim, é papel da equipe de gestão hospitalar encontrar os gargalos que a empresa pode estar passando, para então planejar ações e pensar em possíveis soluções que otimizem todo o processo, a fim de atingir os objetivos.

Leia também: Como a Lei 14.063/20 afeta o setor da saúde?

Como otimizar processos na área da saúde?

Mesmo em segmentos muito tradicionais, a otimização de processos é sempre bem-vinda. E isso não é diferente quando falamos sobre a área da saúde e gestão hospitalar. 

A otimização de processos dentro de um hospital, clínica ou laboratório pode ocorrer de várias formas. Uma delas, por exemplo, é em relação aos documentos que tramitam dentro da empresa e sobre a assinatura destes documentos. 

Já pensou se todos esses documentos pudessem ser totalmente eletrônicos, eliminando o papel físico e, consequentemente, o arquivamento de toda essa papelada? Isso é totalmente possível com o uso dos documentos eletrônicos, da assinatura eletrônica, assinatura digital e certificado digital!

Confira: Case de Sucesso Unimed + Contraktor

Com estes métodos tecnológicos que evitam a burocracia, os profissionais da saúde e os pacientes têm acesso a prontuários, receitas médicas, laudos, atestados eletrônicos, termos de responsabilidade, autorização de guias, entre outros documentos que podem ser criados e assinados eletronicamente. Com a ajuda de uma plataforma de gestão de documentos eletrônicos ou de assinatura eletrônica e digital, isso tudo ocorre de maneira muito simples, fácil, rápida e segura!

gestão hospitalar 2

Assinatura digital para médicos

Um dos principais motivos pelos quais os profissionais da saúde deveriam utilizar a assinatura eletrônica e digital é a agilidade que estas tecnologias trazem para a rotina. 

Além de ter mais agilidade nos atendimentos, o uso da assinatura digital e do certificado digital simplificam processos, uma vez que, obrigatoriamente, o profissional precisa utilizar documentos eletrônicos (e não físicos/impressos). Isso faz com que todo o processo se torne digital, trazendo credibilidade e modernidade à prática médica. Além disso, os pacientes podem ter acesso às receitas médicas digitais e outros documentos sem precisar sair de casa, tudo 100% online.

A receita médica digital é uma prescrição online para os pacientes. Neste documento, é preciso ter a assinatura do médico com certificado digital ICP-Brasil. A receita digital é criada no meio eletrônico (por meio de um computador), e o paciente pode acessá-la pela internet, sem precisar ter o documento impresso em mãos para comprar os medicamentos. 

Outra vantagem da assinatura digital para médicos é a segurança da informação. Com ela, a empresa da área da saúde possui mais garantia em relação aos dados dos pacientes, pois a assinatura digital possui altos níveis de segurança.

Além de todos esses fatores, não poderíamos deixar de comentar sobre a notável redução de custos. O uso do papel impresso/físico gera muitos prejuízos: impressão dos documentos, arquivamento, gestão, transporte, facilidade de deterioração, facilidade em falsificar assinaturas, entre outros. Ao investir em assinatura digital na saúde, esses problemas deixam de existir. 

Leia também: Saúde 5.0: Telemedicina e o uso da assinatura digital

Se você ficou interessado em investir na assinatura digital para empresas de saúde, não deixe de conferir todos os planos disponíveis da Contraktor! Somos a melhor plataforma de assinatura digital e automação de documentos eletrônicos, que tem como objetivo facilitar o fluxo de processos e acelerar negócios. Tudo em um só lugar, com validade jurídica e segurança. São mais de R$ 1 bi em documentos gerenciados dentro da plataforma e mais de 170 mil usuários! Vem com a gente e faça parte do movimento #GoPaperless você também 🙂